Ser empreendedor X Ser empresário: a mesma coisa? Veja!

25/07/2015 12:06

EMPREENDEDORISMO não é apenas a atividade de abrir uma empresa. EMPREENDEDORISMO é uma filosofia de vida. Ser empreendedor é um estado de espírito. (Humberto Lacerda)

É comum que muitas pessoas ainda confundam este termo tão comentado no mundo moderno. Porém, vale ressaltar que por muito tempo a figura do empreendedor estava ligada diretamente a alguém que abria uma empresa, ou seja, iniciava um empreendimento. Por isso existe aquele termo: “empreendimento de sucesso”.

Contudo, o termo Empreendedorismo possui uma abrangência muito maior. Observe o que alguns dos maiores pensadores do Empreendedorismo falam a respeito:

Jeffrey Timmons, um dos gurus do empreendedorismo, cita que “o empreendedor é alguém capaz de identificar, agarrar e aproveitar oportunidades, buscando e gerenciando recursos para transformar oportunidades em realizações de sucesso”.

As tais oportunidades não significam necessariamente oportunidades de negócio (como abrir uma empresa, por exemplo). Significam oportunidades de modo geral. Se você, por exemplo, busca uma formação acadêmica como um mestrado ou doutorado, e se está se preparando, buscando informações, estudando, pesquisando, conversando com pessoas experientes, se dedicando, sendo persistente, correndo riscos “calculados”, se planejando... Então você está desenvolvendo a maioria das características do comportamento empreendedor.

Bill Bolton, outro grande teórico, cita que “empreendedores são pessoas que criam prosperidade econômica e social nas sociedades”. Vejam que ele se refere a “pessoas”.

Pois bem, agora vamos nos debruçar sobre outro termo que gera esse conflito de ideias: EMPRESÁRIO. Um dos conceitos de Empresário diz o seguinte: “aquele que é dono ou dirigente de uma empresa (organização), ou que opera no agenciamento de negócios”; homem de negócios.

Isso não quer dizer que esteja tirando um termo do outro. Nada disso. Empresário também pode (e deve) ser empreendedor.

Porque muitas empresas fecham no Brasil antes mesmo de completar um ano de existência? Aí está o X da questão: POR QUE OS PROPRIETÁRIOS (OU EMPRESÁRIOS) NÃO FORAM EMPREENDEDORES!

Em suma, este texto não foi construído para desmembrar uma coisa da outra. Pelo contrário, veio no intuito de oportunizar um olhar mais abrangente e crítico sobre o empreendedorismo moderno em suas diversas facetas.

Agora, recomendo a você que se debruce com mais afinco neste tema, caso desperte algum interesse especial, ou mesmo para ampliar seus conhecimentos.

Voltar

Gostou? Comente:

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário

© 2013 Todos os direitos reservados.

Crie um site grátis

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!