Santa Cruz: turma do curso de Pedagogia realiza júri tendo como réu a Educação

26/10/2013 12:37

No último dia 20 de outubro, a turma “A” do curso de Pedagogia, do Instituto UNIESB, na cidade de Santa Cruz (PE) realizou um júri simulado que teve como objetivo principal julgar o sistema educacional brasileiro. Em consonância com a disciplina “Políticas Educacionais e Legislação da Educação Básica I”, os acadêmicos colocaram no banco dos réus a própria Educação, realizando um julgamento de alto nível. Os estudantes trouxeram embasamentos legais, observando os dispostos na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional – LDB (Lei Federal nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996), bem como da Constituição Federal de 1988. Além disto, os graduandos trouxeram à tona temas contemporâneos.

Entre os componentes do júri, constavam advogados de defesa e acusação, o juiz, o júri (composto por sete pessoas) e as testemunhas de defesa e de acusação, além da plateia que assistia atentamente o desenrolar das discussões. Tudo bem planejado e organizado (sala padronizada, vestimentas específicas, roteiro a ser seguido). Os acadêmicos incorporaram muito bem os personagens, ao tempo em que os demais alunos viam de perto as diversas nuances que ocorrem em um processo deste tipo.

Entre os principais pontos que foram discutidos, estavam: excesso de alunos por turma (salas superlotadas), vazamentos de informações no ENEM, altas taxas de analfabetismo, baixos salários dos professores, falta de estrutura física das escolas e resultados das escolas públicas em avaliações nacionais. Uma frase que chamou muito a atenção foi quando a acusação questionou: “Que país é este em que os professores precisam ir às ruas protestar por melhores condições de trabalho e melhores salários?”.  Contudo, em defesa da educação, foi exposto que um dos problemas existentes é a falta de compromisso por parte dos alunos e que o professor, quando escolhe esta profissão, deve estar ciente de que deve “trabalhar com amor”, salientando ainda que há um forte investimento na educação, jogando a culpa não no sistema, mas nas pessoas que fazem o sistema.

Além das nuances acima, os acadêmicos trouxeram dados estatísticos, em percentuais e em quantidades, através de indicadores recentes, fomentando a apresentação e contribuindo para um olhar mais crítico e embasado no que diz respeito ao sistema da educação, sistema escolar e sistema de ensino, que compõem, em contextualização, a própria Educação Nacional.

Após a realização do júri, os graduandos ofertaram um almoço para os participantes e professores das outras turmas dos cursos de Administração e Pedagogia, também na cidade de Santa Cruz.

Voltar

Comente esta postagem

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário

© 2013 Todos os direitos reservados.

Crie um site grátis

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!