Aos Gestores do Sertão do Araripe - A Importância dos Indicadores Sociais na Gestão Pública

18/11/2013 09:22

Qualquer gestão pública que busque o atendimento eficaz das demandas da população de uma cidade, estado ou país deve se sustentar em diversas ferramentas de planejamento, monitoramento e avaliação estratégica. Nesta perspectiva, o uso de pesquisas no tocante aos dados sobre saúde, educação, seguridade social, habitação, cultura e demais áreas de interesse público constitui um ótimo mecanismo de observação, estudo e aprimoramento da análise social, fomentando futuras intervenções no âmbito governamental.

Contudo, percebe-se que na microrregião do Sertão do Araripe o uso dos indicadores socioeconômicos ainda não se faz tão presente, ou seja, não é uma prática constante nas gestões municipais. Setores de estatística, por exemplo, são raros (se é que existem mesmo). Recentemente, quando estava realizando uma atividade do curso de Especialização em Gestão Pública, deparei-me com uma realidade preocupante: quase não há dados estatísticos que comprovem ou permitam observar a evolução ou retrocesso em algumas áreas fundamentais da Administração Pública. Este fato foi visto também por alunos de outros polos, incluindo o Sertão do São Francisco. Ao realizar buscas sobre os perfis municipais em suas múltiplas facetas, o que sentimos foi uma precariedade de informações sistematizadas. Neste olhar, vale ressaltar a importância do uso de indicadores para subsidiar algumas ações estratégicas, permitindo uma visão holística não afirmativa, mas de orientação e amostragem de possíveis caminhos assertivos quando da implementação de políticas públicas. Percebemos claramente esta importância quando Jannuzzi (2012) nos aponta que:

“Qualquer profissional, técnico ou gestor que atue no setor público ou em áreas próximas, que queira compreender melhor o debate atual sobre desemprego, pobreza, desenvolvimento econômico local, impactos ambientais ou que precise formular e implementar programas, projetos e ações nessas áreas necessita entender mais profundamente o que são os Indicadores Socioeconômicos, para que servem, como são construídos e como podem ser usados na elaboração de diagnósticos e em outras atividades do Planejamento Governamental e da Gestão Pública” (JANNUZZI, 2012, p. 07).

Assim, vimos em que sentido o uso de indicadores sociais podem auxiliar as gestões públicas na identificação de problemas, construção de propostas, elaboração, intervenção, monitoramento e avaliação das políticas públicas. Cabe então aos gestores um olhar mais sensível a esta nuance administrativa, pois sabemos que, a cada instante, a sociedade absorve novas tendências e novas perspectivas, sendo necessário um entendimento estratégico e sistematizado para intervir de forma mais significativa nas reais necessidades da população, além de fomentar a gestão de forma a agregar maior dinamismo na metodologia administrativa governamental e compreender melhor a movimentação dos seus sujeitos de direitos e deveres sociais.

Voltar

Comente esta postagem

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário

© 2013 Todos os direitos reservados.

Crie um site grátis

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!