A Importância de reconhecer os talentos da empresa

24/04/2013 09:10

Costumeiramente, ouvimos colaboradores (funcionários) falar sobre salários, carreira, etc. Mas, quantas vezes ouvimos os líderes das organizações falando algo a respeito?

As organizações do século XXI devem estar atentas às novas nuances ocorridas pelo advento da globalização e pelo desenvolvimento tecnológico que vem ocorrendo de forma acelerada, transformando pessoas e absorvendo-as como marionetes do capitalismo selvagem. Neste sentido, há uma nova roupagem de clientes e empresas, de negócios e serviços, de oferta e demanda. Para se manter vivas em um mercado altamente competitivo, as organizações devem elaborar propostas que possam manter intacto o seu principal patrimônio: o Capital Humano. Além de reter talentos, as empresas devem observar os colaboradores que possuem alguma habilidade específica que os diferenciam dos demais e propor métodos de aproveitamento destas habilidades para o desenvolvimento da organização e do próprio colaborador. Daí poderá surgir lideranças que venham a contribuir intensivamente no desempenho da empresa, agregando valor e fomentando o capital intelectual da organização, tornando-se um fator de subsídio para o sucesso do empreendimento.

Vale ressaltar que quando uma organização não dá o devido valor a um colaborador eficiente, provavelmente há alguém da concorrência disposto a fazê-lo, ou seja, a reconhecê-lo e aproveitá-lo. Sempre há quem queira ter em seu capital intelectual um colaborador diferenciado em termos de eficiência e criatividade. Por falar nisso, ter um capital humano criativo e proativo faz muita diferença para as organizações que querem se manter com potencial competitivo. E quando se fala em reconhecimento não se trata apenas de salários (isto é fundamental), mas também em ambiente adequado, apoio logístico e feedback constante em reconhecimento pelos resultados produzidos.

Fica então a sugestão às organizações, sejam elas púbicas ou da iniciativa privada: aproveitem bem seus talentos humanos, mas os reconheçam com remunerações adequadas às funções desempenhadas, carreiras e valores sociais, fazendo com que desperte o desejo no colaborador em permanecer empenhado e estimulado a receber e vencer novos desafios.

Voltar

Comente esta postagem

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário

© 2013 Todos os direitos reservados.

Crie um site grátis

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!